domingo, 4 de dezembro de 2016

Museu do Amanhã - Rio de Janeiro.


 O museu do Amanhã! De ontem e de hoje! :)

Há anos a traz essa parte da cidade do Rio de Janeiro estava esquecida. A praça Mauá sofreu o processo de revitalização, que de fato mudou completamente o ambiente, a vista, e tornou ainda mais bela a cidade maravilhosa.


 Durante as olimpíadas do Rio de Janeiro, foi point, lugar de encontro, parada e visita obrigatória.
O museu faz parte de um projeto de melhoria maravilhoso, que conta ainda com novos armazéns do porto, o museu de arte do Rio - MAR, o AquaRio, e a implementação do novo meio de transporte para a cidade o VLT. Novo é meio estranho, pois décadas passadas era um meio de transporte que já existia aqui, claro que não tão "high tech" como hoje, que conta com trenzinhos super novos e a "lá europa".  Uma ideia sustentável que poderia ter em todas cidades grandes.



 O passeio no novo museu vale a pena, mas para não ter "apurrinhação" com fila, a dica é comprar pela internet o ticket, que nem precisa imprimir, basta levar o voucher no smartphone, e mostrar na entrada que já está liberado. (bem assim fizemos, estávamos no ônibus, acessamos o site do museu, compramos o ticket com o cartão de crédito, recebemos o voucher por email, ufa, tudo isso no caminho para o Rio de Janeiro,), mas confiram antes de ir pelo site do museu, se a forma de pagamento se mantém, e os valores.

 A construção por fora chama atenção. Por dentro ainda melhor, (não só por que lá fora estava o calor de 40º graus fazendo jus a musica..., e lá dentro o ar refrigerado bem geladinho, e convidativo para ver toda a exposição!!!) O amanhã, claro, era o tema principal, e ainda pudemos ver a exposição sobre Santos Dummont. Réplicas dos protótipos do pai da aviação, dirigíveis,  em outro ambiente podíamos ver o filme sobre tudo que ele fez no Brasil e na França. Muito interessante, para levar a família, as crianças, e valorizar nossa história e esse tão ilustre brasileiro.







 A beira da baia da Guanabara, pena ainda tão poluída, mas   muito bonita. O museu do Amanhã tornou-se mais um ponto turístico do Rio de Janeiro, imperdível. A arte que nos leva a pensar, meditar e focar no futuro, o que precisamos fazer hoje, para que o futuro seja melhor. Para que o amanhã exista e valha a pena estar vivo e vive-lo!
 E sonhar que poderemos ainda ver a cidade maravilhosa ainda, mais maravilhosa, limpa, segura, e poder pescar um peixe na Baia da Guanabara, e nadar nela! E caminhar tranquilamente, pela cidade, convidando os turistas e falando com muito orgulho " sou brasileiro" seja bem vindo! Que o amanhã seja assim....


domingo, 27 de novembro de 2016

Castelo, Lago E Ilha Bled - Eslovênia

 Em uma viagem pela Europa, um destino certo que você não pode deixar de ir é a Eslovênia.

 Este país com um pouco mais de 2 milhões de habitantes, possui lugares incríveis e lindíssimos.
 Um desses lugares é Bled, uma pequena cidade, com cerca de 9 mil habitantes. Mas que guarda uma beleza exuberante. Nela se encontra o Castelo de Bled, o mais antigo do País, que fica a beira do Lago de mesmo nome, de águas cor de esmeralda.


 A ilha que fica quase que no meio do Lago, pode se ir de barco. Que é remado por um homem, (bem forte por sinal pois chega a levar 10 pessoas!)., durante a travessia, pode se contemplar a beleza desse lago.







 As montanhas dos Alpes Julianos, dão ao horizonte o mais belo pano de fundo, que esse lugar lindíssimo já nos revela. Na ilha também tem a igreja da Assunção de Maria, uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes. E uma curiosidade que muitas pessoas procuram essa igreja para se casar, pela beleza do lugar. Ela tem uma escadaria para chegar até ela. E dizem que traz sorte o noivo carregar a noiva no colo até a entrada da igreja, e nela fazer um pedido dentro da igreja.






 Do alto do Castelo, tem uma vista panorâmica do Lago, da Ilha e dos Alpes Julianos. É definitivamente uma paisagem Divina. Lindo demais.
Nós estivemos em um dia muito agradável, frio, mas o sol, o céu azul e as nuvens, faziam esse cartão postal ficar ainda mais exuberante.


 Foi um dia de visita, não pernoitamos em Bled, mas tivemos tempo suficiente para admirar esses três principais pontos.



 Se dá vontade de voltar? ABSOLUTAMENTE SIM! É um lugar de paz, para descansar a mente, passar o dia em contato com a natureza e com a história, é como se tivesse parado no tempo.
Realmente não dá vontade de ir embora.